sábado, 31 de outubro de 2009

Tributo a Kardec


Encerramos o mês dedicado a Allan Kardec com essas homenagens em poesias e textos, que revelam a grandiosidade da sua missão e toda a nossa gratidão pelo seu legado de amor que possibilita a humanidade o esclarecimento da vida, em todos os seus aspectos, a fé no futuro e a compreensão mais pura dos ensinamentos de Jesus em seu Evangelho.

A todos os que nos visitam os nossos sinceros agradecimentos e os votos de muita paz.

Carlos Pereira



Allan Kardec, o Codificador


A vida e a obra de Allan Kardec, o sistematizador da Doutrina Espírita, foram objeto de profundas pesquisas de seus biógrafos, em trabalhos notáveis, na França e no Brasil.

Sua personalidade conquistou reconhecimento, a gratidão e a admiração de milhões de seres humanos que se beneficiam continuamente do que realizou como grande missionário da Terceira Revelação.

Têm os espíritas plena consciência de que a Nova Luz procede da Espiritualidade Superior, como o Cristo de Deus à frente de uma plêiade de Espíritos escolhidos para dar cumprimento à vinda co Consolador prometido por Jesus.

Mas sabem também que a corporificação, no mundo dos homens, do plano da Espiritualidade Superior exigia um mediador humano, um trabalhador com excepcionais qualidades para a missão de grande responsabilidade, que se caracterizasse também pela fidelidade ao compromisso.

O professor Rivail- Allan Kardec- foi esse medianeiro fiel.

Interpretar para um mundo inferior, num corpo doutrinário coerente, extremamente abrangente, como é a Doutrina Espírita, que vem inovar, renovar e implantar conhecimentos novos que contrariam velhas e arraigadas concepções religiosas e filosóficas sobre Deus, o Universo e o homem- eis resumidamente, a tarefa gigantesca aceita e executada pelo Codificador.

Acresce que o objetivo da missão, por sua natureza, não poderia ser imposto, através dos poderes instituídos pelos homens.

Trabalho essencialmente de esclarecimento, de concepções novas, de conhecimento íntimo de cada ser, teria que se desenvolver junto das almas, demandando de seu responsável preparo intelectual, método apropriado, segurança nas convicções, repulsa tanto à ingenuidade quanto à credulidade, numa palavra- o bom senso, imperando em todas as circunstâncias.

O Codificador reconstruiu, assim, o edifício da crença baseada na realidade, oferecendo à civilização atual bases morais e religiosas fundamentadas e seguras com fulcro na Fé iluminada pela Razão, no Amor da criatura ao Criador acima de tudo e ao seu próximo como a si mesma.

Allan Kardec, na grandeza de sua missão bem cumprida, iniciou a Era Espírita-Cristã, que poderá atingir todos os quadrantes deste Planeta com a Luz do Consolador.


Revista Reformador, Março de 2001.





Salve Kardec


Sobre a Terra de sombra e de amargura
A treva espessa e triste se fizera.
A Ciência e a Fé nas asas da quimera
Mais se afundavam pela noite escura.

A alma humana de então se desespera,
E eis que das luzes místicas da altura
Desce outra luz confortadora e pura,
De que o mundo infeliz se achava à espera.

E Kardec recebe-a, sobre o abismo
Espalhando as lições do Espiritismo,
Em claridades de consolação.

Emissário da Luz e da Verdade,
Entrega ao coração da Humanidade
A Doutrina de Amor e Redenção.


Pelo Espírito Cornélio Pires

Francisco Cândido Xavier. Da obra: Doutrina e Vida





Allan Kardec


Qual farol que ilumina a noite densa,
foste um foco de luz - a bem da vida -
sem buscar uma outra recompensa
que não fosse ver a fé robustecida.

Não a fé sobre dogmas erguida,
que confunde e arrasta a turba imensa,
mas a fé raciocinada, esclarecida,
que engrandece o homem pela crença.

Do estudo fecundo e sublimado
deixaste, para nós, codificado,
o mais puro e fraterno cristianismo!

Que possamos, também, à tua imagem,
esclarecer aos homens c'oa mensagem
do Evangelho Segundo o Espiritismo!


José Antônio Macedo - São Gabriel (RS)





Reverenciando Kardec


Antes de Kardec, embora não nos faltasse a crença em Jesus, vivíamos na Terra atribulados por flagelos da mente, quais os que expomos :

o combate recíproco e incessante entre os discípulos do Evangelho;

o cárcere das interpretações literais;

o espírito de seita;

a intransigência delituosa;

a obsessão sem remédio;

o anátema nas áreas da filosofia e da ciência;

o cativeiro aos rituais;

a dependência quase absoluta dos templos de pedra para as tarefas da edificação íntima;

a preocupação de hegemonia religiosa;

a tirania do medo, ante as sombrias perspectivas do além-túmulo;

o pavor da morte, por suposto fim da vida.

Depois de Kardec, porém, com a fé raciocinada nos ensinamentos de Jesus, o mundo encontra no Espiritismo Evangélico benefícios incalculáveis, como sejam :

a libertação das consciências;

a luz para o caminho espiritual;

a dignificação do serviço ao próximo;

o discernimento;

o livre acesso ao estudo da lei de causa e efeito, com a reencarnação explicando as origens do sofrimento e as desigualdades sociais;

o esclarecimento da mediunidade e a cura dos processos obsessivos;

a certeza da vida após a morte;

o intercâmbio com os entes queridos domiciliados no Além;

a seara da esperança;

o clima de verdadeira compreensão humana;

o lar da fraternidade entre todas as criaturas;

a escola do Conhecimento Superior, desvendando as trilhas da evolução e a multiplicidade das "moradas” nos domínios do Universo.


Jesus - o amor.

Kardec- o raciocínio.

Jesus- o Mestre.

Kardec- o Apóstolo.


Seguir o Cristo de Deus, com a luz que Allan Kardec acende em nossos corações, é a norma renovadora que nos fará alcançar a sublimação do próprio espírito, em louvor da Vida Maior.

Emmanuel


Textos Allan Kardec, o Codificador e Reverenciando Kardec (CEAK)

2 comentários:

Adriana disse...

Carlos,

Nós, que visitamos esse espaço de luz, é que agradecemos pelo maravilhoso conteúdo disponibilizado aqui. Parabéns e obrigada por mais essa série. Que todos nós possamos continuar nos dedicando à divulgação dessa doutrina tão maravilhosamente codificada por Kardec. Que seu trabalho jamais seja esquecido. E que Jesus nos abençoe. Abraços!

CARLOS PEREIRA disse...

Dri,

É sempre uma grande satisfação para nós, termos a tua passagem por aqui. Agradeço imensamente as suas palavras e que o Senhor nos fortaleça sempre nos ideais enobrecedores, para que possamos todos nós, juntos, aprendermos a cada dia com esse nosso trabalho.

Um grande abraço

^