quinta-feira, 2 de abril de 2009

Sempre Lembrados: Chico Xavier



Francisco Cândido Xavier, nasceu na cidade de Pedro Leopoldo, Minas Gerais aos 2 de abril de 1910. Registrado ao nascer como Francisco de Paula Cândido, foi educado na fé católica e teve seu nome trocado assim que se tornou espírita. Filho de João Cândido Xavier, um operário pobre e inculto e de uma lavadeira chamada Maria João de Deus, falecida em 1915, quando ele contava apenas 5 anos de idade, teve que viver ao lado de sua madrinha (D. Ritinha), uma mulher que o castigava constantemente com surras que chegavam a acontecer até três vezes ao dia e com a qual passou severas humilhações, tendo até, certa ocasião, que lamber as feridas infeccionadas de um dos filhos dela, (Moacir), como uma "simpatia" para cura-lo. Apesar desses maus tratos, Chico jamais, em toda a sua vida, queixou-se da madrinha Rita e com muita generosidade dizia que o seu temperamento era benévolo.

Desde os 4 anos de idade sua vida foi marcada por manifestações e seu pai, muitas vezes assustado achava que o seu verdadeiro filho havia sido trocado na maternidade.
Chico, com todo sofrimento na infância, cresceu sempre bom, puro, incapaz de proferir palavras obscenas ou de qualquer gesto de desobediência.

Na escola sentia a presença de espíritos amigos a lhe auxiliar, até que um certo dia, em que estava triste com as atitudes de D. Ritinha, orou e teve a primeira de uma série de visões com a sua mãe, sempre lhe dando conselhos a ter paciência e o ajudando a superar os maus tratos da madrinha. Estudou apenas até o 4º ano primário e teve que trabalhar para ajudar no sustento de casa, foi caixeiro de armazém e modesto funcionário público, aposentado em 1958.

Francisco Cândido Xavier (Chico Xavier) iniciou seu mandato mediúnico oficialmente aos 8 de julho de 1927, em Pedro Leopoldo. Aos 17 anos de idade recebeu as primeiras páginas mediúnicas, fundou o Grupo Espírita Luiz Gonzaga e em 1931, viu pela primeira vez o Espírito Emmanuel, seu fiel e inseparável mentor espiritual. Em 1932 a FEB publicou o seu primeiro livro “Parnaso de Além-Túmulo” e suas obras mediúnicas totalizaram mais de 400 livros publicados.

Dedicou-se inteiramente a divulgação da Doutrina Espírita, sistematizada por Allan Kardec, junto à assistência fraterna a milhares de pessoas que o procuravam em busca de conforto espiritual, auxilio material e cura de enfermidades. Nos anos 70 passou a ajudar pessoas pobres com o dinheiro da vendagem de seus livros, criando para isso uma fundação na cidade de Uberaba, Minas Gerais.

Teve também, durante a sua vida a “companhia” precoce de diversas enfermidades, primeiro os pulmões, quando trabalhava na tecelagem, depois nos olhos, limitando a sua visão e por último a angina.

Faleceu aos 92 anos de idade em decorrência de uma parada cardíaca, no mesmo dia em que os brasileiros comemoravam a conquista da Copa do Mundo, aos 30 de junho de 2002. Segundo relatos de parentes e amigos, Chico havia pedido a Deus para morrer em um dia em que os brasileiros estivessem muito felizes, para que ninguém ficasse triste com o seu “passamento”.

Frases e Pensamentos de Chico Xavier:

"A árvore nascente aguarda-te a bondade e a tolerância para que te possa ofertar os próprios frutos em tempo certo. "

"Às vezes, naquele minuto de oração deixamos de tomar uma atitude precipitada, de proferir uma palavra agressiva, de permitir que a cólera nos induza a qualquer atitude infeliz..."

"Em qualquer dificuldade, não nos esqueçamos da oração... Elevamos o pensamento a Deus, procurando sintonia com os Espíritos bons."

“Tolerância é reflexo vivo da compreensão que nasce, límpida, na fonte da alma, plasmando a esperança, a paciência e o perdão com esquecimento de todo o mal. Pedir que os outros pensem com a nossa cabeça seria exigir que o mundo se adaptasse aos nossos caprichos, quando é nossa obrigação adaptarmo-nos, com dignidade, ao mundo, dentro da firme disposição de ajudá-lo.” *Por Emmanuel

"Fico triste quando alguém me ofende, mas, com certeza, eu ficaria mais triste se fosse eu o ofensor... Magoar alguém é terrível!"


3 comentários:

Adriana disse...

Carlos, fiz hoje um post lembrando o aniversário de Chico Xavier e indiquei o seu blog, tá?

Abraços!! :)

CARLOS PEREIRA disse...

Dri,

Fiquei muito feliz com a sua iniciativa, o Chico merece muito a nossa homenagem, por isso mesmo o coloquei em nosso "Sempre Lembrados" desse mês.
Vejo que estamos na mesma sintonia, pois ainda hoje pela manhã idealizava fazer um meme para que todos os outros blogs espíritas ou espiritualistas fizessem hoje (02.04) pelo menos uma postagem sobre o Chico, mas compreendi que não daria mais tempo.
Vamos amadurecer isso para frente??

Mais uma vez, muito obrigado Dri!!

Sucesso,
Abraço fraterno
Carlos Pereira

Adriana disse...

Carlos, que bom que vc gostou. Eu adoro o Chico, seu exemplo de vida e as obras psicografadas, não poderia deixar de falar nele. Ano passado a Carol, do blog Oficina Espírita (ela não atualiza mais) teve essa mesma idéia do meme sobre o Chico, mas acabou não indo para a frente também, mas essa idéia de memes espíritas é interessante, assim como aquele dos pecados; se vc tiver alguma idéia, pode me falar, tá?

Abraços e tudo de bom pra vc!!

^