sábado, 28 de março de 2009

Meme: "Os Sete Pecados"


Recebi esse meme da colega Adriana, do Blog Espíritas na Net com o tema “Os Sete Pecados” e reservei o dia de hoje para a minha postagem.
“Os sete pecados” em referência, com toda certeza trata-se dos “sete pecados capitais”, que foram assim classificados pelo cristianismo, na antiguidade, para relacionar uma série de condições humanas que atualmente, são conhecidos como “vícios” e que mais tarde a igreja católica adotou como uma forma de educar os seus seguidores através de punições a controlarem a essas chamadas “imperfeições morais”.

Sendo assim, no século XVI, o teólogo Tomás de Aquino, estabeleceu nesta ordem os sete pecados capitais:

1- Vaidade; (que também pode ser classificado como orgulho).
2- Inveja
3- Ira
4- Preguiça
5- Avareza
6- Gula
7- Luxúria

Como foi muito bem colocado pela colega Adriana, em sua postagem do meme, na doutrina espírita não existe o chamado “pecado”, existem sim, as nossas escolhas equivocadas, que devido ainda estarmos caminhando em nosso longo processo evolutivo moral e conseqüentemente espiritual, com o nosso livre-arbítrio, vamos elegendo e com elas nos comprometendo com a lei divina e natural de “causa e efeito”, que consiste em nos repercutir o sofrimento como fator essencial para corrigenda das nossas imperfeições. Somos cada um de nós responsáveis por tudo o que fazemos, sendo felizes ou desditosos, conforme o que escolhemos.
Selecionei então, para minha postagem do meme, uma das mais belas passagens do Evangelho Segundo o Espiritismo, a mim tão bela quanto o Sermão da Montanha, que nos apresenta as características do “homem de bem” como referencial para nossa conquista da perfeição moral.





O Homem de Bem


O verdadeiro homem de bem é aquele que pratica a lei de justiça, de amor e caridade, na sua maior pureza. Se interroga a sua consciência sobre os próprios atos, pergunta se não violou essa lei, se não cometeu o mal, se fez todo o bem que podia, se não deixou escapar voluntariamente uma ocasião de ser útil, se ninguém tem do que se queixar dele, enfim, se fez aos outros aquilo que queria que os outros fizessem por ele.

Tem fé em Deus, na sua bondade, na sua justiça e na sua sabedoria; sabe que nada acontece sem a sua permissão, e submete-se em todas as coisas à sua vontade.

Tem fé no futuro, e por isso coloca os bens espirituais acima dos bens temporais.

Sabe que todas as vicissitudes da vida, todas as dores, todas as decepções, são provas ou expiações, e as aceita sem murmurar.

O homem possuído pelo sentimento de caridade e de amor ao próximo faz o bem pelo bem, sem esperar recompensa, paga o mal com o bem, toma a defesa do fraco contra o forte e sacrifica sempre o seu interesse à justiça.

Encontra uma satisfação nos benefícios que distribui, nos serviços que presta, nas venturas que promove, nas lágrimas que faz secar, nas consolações que leva aos aflitos. Seu primeiro impulso é o de pensar nos outros., antes que em si mesmo, de tratar dos interesses dos outros, antes que dos seus. O egoísta, ao contrário, calcula os proveitos e as perdas de cada ação generosa.

É bom, humano e benevolente para com todos, sem distinção de raças nem de crenças, porque vê todos os homens como irmãos.

Respeita nos outros todas as convicções sinceras, e não lança o anátema aos que não pensam como ele.

Em todas as circunstâncias, a caridade é o seu guia. Considera que aquele que prejudica os outros com palavras maldosas, que fere a suscetibilidade alheia com o seu orgulho e o seu desdém, que não recua à idéia de causar um sofrimento, uma contrariedade, ainda que ligeira, quando a pode evitar, falta ao dever do amor ao próximo e não merece a clemência do Senhor.

Não tem ódio nem rancor, nem desejos de vingança. A exemplo de Jesus, perdoa e esquece as ofensas, e não se lembra senão dos benefícios. Porque sabe que será perdoado, conforme houver perdoado.

É indulgente para as fraquezas alheias, porque sabe que ele mesmo tem necessidade de indulgência, e se lembra destas palavras do Cristo: “Aquele que está sem pecado atire a primeira pedra”.

Não se compraz em procurar os defeitos dos outros, nem a pô-los em evidência. Se a necessidade o obriga a isso, procura sempre o bem que pode atenuar o mal.

Estuda as suas próprias imperfeições, e trabalha sem cessar em combatê-las. Todos os seus esforços tendem a permitir-lhe dizer, amanhã, que traz em si alguma coisa melhor do que na véspera.

Não tenta fazer valer o seu espírito, nem os seus talentos, às expensas dos outros. Pelo contrário, aproveita todas as ocasiões para fazer ressaltar a vantagens dos outros.

Não se envaidece em nada com a sua sorte, nem com os seus predicados pessoais, porque sabe que tudo quanto lhe foi dado pode ser retirado.

Usa mas não abusa dos bens que lhe são concedidos, porque sabe tratar-se de um depósito, do qual deverá prestar contas, e que o emprego mais prejudicial para si mesmo, que poderá lhes dar, é pô-los ao serviço da satisfação de suas paixões.

Se nas relações sociais, alguns homens se encontram na sua dependência, trata-os com bondade e benevolência, porque são seus iguais perante Deus. Usa sua autoridade para erguer-lhes a moral, e não para os esmagar com o seu orgulho, e evita tudo quanto poderia tornar mais penosa a sua posição subalterna.

O subordinado, por sua vez, compreende os deveres da sua posição, e tem o escrúpulo de procurar cumpri-los conscientemente. (Ver cap.XVII, nº 9)

O homem de bem, enfim, respeita nos seus semelhantes todos os direitos que lhes são assegurados pelas leis da natureza, como desejaria que os seus fossem respeitados.

Esta não é a relação completa das qualidades que distinguem o homem de bem, mas quem quer que se esforce para possuí-las, estará no caminho que conduz às demais.


Evangelho Segundo o Espiritismo, cap XVII “Sede Perfeitos”, item 3.
Fontes de pesquisa: Wikipédia.

Blogs que indico para o meme:

Irmão Sol, Irmã Lua

Irmãos Fraternos

3 comentários:

Adriana disse...

Carlos,

Que bom que vc aceitou o meme! Eu gostei da idéia dele, pois é um assunto instigante, que nos faz refletir, e acaba gerando ótimos posts, como o seu. Eu simplesmente adorei a sua postagem! Esse texto que vc selecionou realmente é ótimo e nos diz tudo; se todos nós conseguíssemos seguir um pouco dele o mundo certamente seria um lugar melhor para se viver. Acho que o maior exemplo de homem de bem é mesmo Jesus. Mas um dia chegaremos lá. Seu texto de introdução tb ficou muito bom, gostei, ficou tudo lindo, foi gratificante para mim repassar esse meme para vc!

Abraços fraternos, continue com esse trabalho maravilhoso que vc faz em seu blog, que certamente é iluminado!! Bom final de semana e tudo de bom!!

CARLOS PEREIRA disse...

Dri,

Grato,esse é o nosso papel, afinal de contas "escolhemos" divulgar a doutrina e fazemos do nosso jeito essa pequena parcela. Tudo isso é um grande aprendizado para nós, e eu me sinto muito feliz em fazer esse trabalho.
Obrigado sempre. Seus posts também me ajudam muito a esclarecer dúvidas, sempre trazendo boas informações da doutrina.
Acessei uma vez e virei um fã. Sucesso e muitas felicidades!!

Carlos

Cris disse...

Olá Carlos, muito agradecida pelo presente, e muito obrigada pela visita aos Irmãso Fraternos, Jesus te Abençoe sempre, bjos fraternos

^