sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Destaque: "Sacramento, Eurípedes e Corina"


Corina Novelino


Professora, escritora, autora do livro Eurípedes o Homem e a Missão. Como médium psicografou os livros Escuta, Meu Filho e A Grande Espera, no qual relata uma das existências de Eurípedes Barsanulfo.
Natural de Delfinópolis, MG, Corina dedicou todo o seu amor aos filhos de tantas mães que não puderam mantê-los no seu aconchego familiar.
Mulher extraordinária, dedicou toda a sua existência em prol da educação de tantas crianças jovens, concedendo-lhes o título de mãe Corina. A abnegação dessa mulher trouxe a Sacramento e a todos que a conheceu um grande exemplo de amor e trabalho pela causa do bem.
Foi fundadora da Fundação Lar de Eurípedes, destinada ao amparo e educação da criança. Construiu a Escola Eurípedes Barsanulfo de 1° grau, para estender a proposta de educação implantada desde o início do século no Colégio Allan Kardec (1° colégio espírita do Brasil).
Pela extensão desse amor é agraciada pelo legislativo municipal com o título benemérito de Cidadã Sacramentana.
No início da década de 50, Corina é alertada por uma mensagem recebida em Pedro Leopoldo por Francisco Cândido Xavier, na qual estava escrito: Corina, você é uma das minhas Últimas esperanças em Sacramento.
Lutou com todas as suas forças para manter o trabalho de Eurípedes no Colégio Allan Kardec e as reuniões de Evangelho do Grupo Espírita Esperança e Caridade.
Foi sem dúvida, Corina, esse espírito querido que manteve acesa a chama e o ideal de Eurípedes com o seu amor maior. Jamais permitiu qualquer desvio da nobilitante tarefa do grande Professor e Médium de Jesus.
Sem dúvida, Corina Novelino foi o espírito que mais compreendeu o trabalho de Eurípedes Barsanulfo e, por isso, hoje continua vivamente a trabalhar, admirar esse grande espírito.
Conseguiu reunir o maior número de acervo de todos os seus pertences, receituário e correspondência, abrindo um museu na sede do Lar de Eurípedes, para que novas gerações pudessem conhecer de perto um pouco daquilo que fez, fazendo da história o presente de Luz.
Toda a intenção de Corina foi mostrar a força de um espírito compromissado com Jesus, mas jamais permitiu que ele fosse cultuado em sua casa de trabalho.


Por Giovanni Passos
Fonte site: http://www.ilove.com.br


Corina Novelino foi a continuadora da obra de Eurípedes Barsanulfo em Sacramento, tendo laborado na divulgação da doutrina e no trabalho caritativo na cidade. Desencarnou em Sacramento, aos 10 de fevereiro de 1980, acometida por um derrame cerebral.


2 comentários:

andré disse...

Esta foto não é de Corina Novelino, mas sim de Conceição Tavares. André
andreluizsac1@yahoo.com.br

Carlos Pereira disse...

André,

Grato pela observação. Desde já retiramos a referida foto da Sra. Conceição Tavares e colocamos a foto correta da Sra. Corina Novelino.

Abraço fraterno !

^